O iFood surgiu, em 2011, e hoje somos a maior foodtech da América Latina com operações no Brasil, no México, na Colômbia e na Argentina. São cerca de 6,2 milhões de pedidos mensais e 5,1 milhões de usuários ativos. Nosso propósito é revolucionar o universo da alimentação por uma vida mais prática e prazerosa.

Um pouco da história

Tudo começou, em 2011, dentro da Disk Cook – empresa de entrega de pedidos de comida por telefone – como uma plataforma on-line para melhorar a experiência de delivery de refeições.

Ao fim do primeiro ano surgiu o primeiro investimento, da Warehouse, que foi um grande empurrão para o negócio, com a criação do aplicativo, para tornar a experiência ainda mais simples.

Em 2013, houve uma nova rodada de investimentos. Naquele momento, a Movile virou sócia da empresa. Com isso, o iFood dobrou de tamanho, passou a focar em gestão e pessoas e investiu em marketing.

No ano seguinte, em 2014, o iFood se consolidou como líder de mercado no Brasil e mesmo assim não parou de inovar. No mesmo período foi feita a fusão com a RestauranteWeb do grupo JustEAT, uma das maiores empresas de foodelivery do mundo. O ano também foi marcado pela transmissão da primeira campanha de TV do iFood, que foi um impulso para a marca se posicionar como top of mind.

Em 2014 e 2015 o iFood adquiriu empresas do mercado, trazendo pessoas que conheciam bastante de especificidades locais de delivery. Em 2016 marcou a expansão da empresa brasileira para outros países da América Latina.

2017 foi o ano em que, além de manter o crescimento de três dígitos por ano, o iFood atingiu a marca de mais de 6 milhões de pedidos por mês.

Impactando vidas

Fazer parte do iFood é impactar positivamente milhões de pessoas. Não apenas todos os consumidores, porque é para todos e temos muito orgulho da acessibilidade da plataforma que permite aos deficientes terem autonomia no momento de pedir a refeição, mas a cadeia de foodservice como um todo.

Para nós, é muito gratificante escutar a história de um empreendedor que investiu tudo que tinha para abrir um restaurante e hoje mudou de vida, faturando milhões de reais por mês. Temos mais de 900 estabelecimentos parceiros que já faturaram mais de R$ 1 milhão só pelo iFood. Aos restaurantes parceiros oferecemos visibilidade a novos consumidores, o que torna possível o crescimento, em média, de 50% nos três primeiros meses na plataforma. Somos obstinados por solucionar problemas e temos desenvolvido novas soluções para impulsionar ainda mais os negócios do setor, reduzindo custos, aumentando eficiência e identificando oportunidades a partir do conhecimento que temos sobre o mercado de alimentação.

Milhares de entregadores atuam no iFood Delivery, que surgiu como uma solução logística para os parceiros que não têm entregadores próprios. Já o iFood Shop conecta produtores de embalagens e insumos aos parceiros porque, assim, conseguimos oferecer os melhores produtos e serviços por preços competitivos.

Com 750 foodlovers no Brasil e 150 divididos entre México, Colômbia e Argentina, mantemos a cultura de startup e valorizamos o empreendedorismo e a inovação. Todos têm oportunidade de concorrer a uma vaga no programa de intercâmbio Culinária Internacional e de participar ativamente na melhoria da empresa, por meio de projetos, no programa Mestre Cuca. Temos muito orgulho de tudo que estamos construindo e, não é por acaso, que estamos entre as empresas mais amadas pelos colaboradores no ranking da Love Mondays e estamos entre as melhores empresas de tecnologia para se trabalhar pelo Great Place to Work.

 


Acompanhe as mídias do iFood:

Site
Facebook
Instagram
LinkedIn

Quer trabalhar no iFood? Confira todas as vagas clicando aqui!

CEO do iFood

Posted by:Carlos Moyses

CEO do iFood

3 replies on “Por dentro do iFood, a maior foodtech da América Latina

Deixe seu comentário