A área de conteúdo móvel e mensageria da Movile agora se chama Wavy. A estratégia é conferir uma identidade própria a esta área, que é a mais antiga e tradicional da companhia, ao mesmo tempo em que reforça a imagem da Movile como grupo, que é dono também de vários outros produtos com operação autônoma, com PlayKids, iFood, Rapiddo e Sympla.

A escolha do nome Wavy é uma referência às ondas do mundo da tecnologia. “Queremos estar sempre na crista da onda, ou surfando grandes ondas”, compara Ricardo Souza, que até então comandava a antiga área de conteúdo e mensageria na Movile e agora passa a ser o diretor geral da Wavy.

“A Wavy tem escopo bem definido. Isso ajuda muito internamente e externamente. Com essa separação, fica claro para o mercado externo o que cada empresa do grupo faz”, explica Souza. Do ponto de vista do grupo, Eduardo Henrique, cofundador e diretor de novos negócios da Movile, comenta que a mudança possibilitará associar a marca Movile à identidade de grupo, que tem um ecossistema próprio e que promove a sinergia entre as empresas que fazem parte dele.

Tamanho

A Wavy nasce com um faturamento anual de US$ 100 milhões e 100 milhões de usuários ativos na América Latina, sobre um total de 150 milhões do grupo Movile. A Wavy tem parcerias com mais de 400 empresas, incluindo mais de 40 operadoras na região. Em mensageria, seu tráfego supera 7 bilhões de mensagens comerciais enviadas por ano.

A nova empresa será dividida em três áreas: parcerias, educação e Chatclub (mensageria). A primeira é dedicada a parcerias estratégicas, com canais de TV e operadoras de telefonia, por exemplo. Souza cita o caso da parceria com o SBT no app do Show do Milhão, que teve 12 milhões de usuários ativos em 2017. Um dos planos da Wavy é fechar novas parcerias do gênero com outros canais ou programas de TV do Brasil e do resto da América Latina em 2018.

A área de educação, por sua vez, foca em serviços que promovam o aprendizado e o compartilhamento de conhecimento, o que inclui serviços de valor adicionado (SVAs) de operadoras móveis, como o Vivo Educa, o Vivo Meditação e o TIM Gourmet.

Por fim, a área de mensageria é chamada de Chatclub e engloba todos os serviços de envio de mensagens corporativas e chatbots, independentemente do canal. A Wavy segue operando como integradora de SMS, conectada a todas as grandes operadoras, mas também tem uma atuação forte com uma plataforma de criação de bots para o Facebook Messenger e vem testando como convidada tanto a plataforma de RCS do Google quanto a versão corporativa do WhatsApp, aquela voltada para grandes empresas e que ainda não foi lançada comercialmente.

por Fernando Paiva

http://www.mobiletime.com.br/24/01/2018/movile-cria-wavy-sua-marca-para-conteudo-movel-e-mensageria-na-america-latina/484744/news.aspx

Posted by:Daniel Gomes

Deixe seu comentário