Cultura: Nosso Jeito Moviliano de Ser dentro de Casa 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Nos orgulhamos de ser pioneiros. Ao longo da nossa história, fomos disruptivos em várias tecnologias, produtos e no cuidado com as nossas pessoas. Sim, nosso Sonho Grande é melhorar vidas e isso começa por dentro, com nossos Movilianos e Movilianas. 

Nos comportamentos que formam o Gente FIRME, nossos valores, somos provocados a ter senso de urgência, antecipar necessidades, entender bem os problemas para propor soluções efetivas e colocar em prática de maneira ágil. 

Esse espírito inquieto e flexível que está dentro do nosso DNA fez com que agíssemos rapidamente para enfrentar a pandemia do COVID-19, sem perder nossa essência e sem tomar risco quando o assunto é a nossa saúde. 

Uma cultura forte não se constrói da noite para o dia e nem em uma quarentena. Ela é formada por todos os rituais, valores, comportamentos, crenças, comunicação, modelo de gestão e infraestrutura, ao longo do tempo. 

Fabricio Bloisi, Founder da Movile e atual Presidente do Conselho do Grupo, foi muito assertivo quando disse que a cultura é “o guia das organizações”, nas lições aprendidas em Harvard

Quando se tem uma cultura forte, os comportamentos esperados já são tão internalizados nas tomadas de decisão, que derrubam várias travas burocráticas no processo.

Por conta do nosso Gente FIRME, então, ganhamos tempo e nos preparamos para levar o Jeito Moviliano de Ser para dentro das casas das pessoas, onde estamos passando por uma quarentena #BetterTogether. 

  • Antecipamos necessidades 

Muito antes do vírus chegar no país, não pensamos duas vezes. Os escritórios passaram por uma higienização redobrada! 

Todas as pessoas ganharam um kit com álcool em gel e lenços; os utensílios da copa foram substituídos por descartáveis; suspendemos todas as viagens e visitas aos escritórios; conseguimos desconto no uso de estacionamento para estimular a vinda com veículos próprios e não coletivos; entre outras medidas de prevenção feitas para nos prepararmos. 

Fizemos nossa parte até o momento em que entendemos que o Home Office era necessário, logo no início de março. 

  • Comunicação próxima e transparente 

Fomos para casa e o distanciamento social foi apenas físico. Nossa comunicação interna passou a ser diária, com um tom mais próximo e seguro, levando as informações de maneira rápida e transparente. 

Adaptamos o Papo 10b semestral (um encontro com as mais de 4.000 pessoas do Grupo com o nosso CEO) e implementamos All Hands semanais (vídeo-conferências com atualizações dos nossos negócios e um espaço aberto para esclarecer dúvidas entre todas as pessoas da empresa) já nos primeiros dias.

Nossa liderança gravou inúmeros vídeos esclarecendo dúvidas sobre metas, planejamento estratégico e avaliação de desempenho. Tudo isso como forma de estar presente, reduzir a ansiedade e levar nossas mensagens para dentro dos lares.

  • Cuidado genuíno 

Nosso jeito Moviliano de Ser é composto por inúmeros rituais que não deixaram de existir, aliás, foram intensificados com o cuidado genuíno que temos. 

As champagnes para celebrar as metas conquistadas foram enviadas para a casa das pessoas, e o brinde foi online. Os aniversariantes receberam os balões de Happy Day que enfeitam suas mesas para decorar suas casas. A Páscoa foi doce como todo ano, e os ovos de chocolate (ao leite e vegano) foram entregues para todos(as).

Os livros da árvore do conhecimento ganharam versões digitais e o Happy Hour foi pedido via iFood, lógico!  

  • Saúde e bem-estar 

Além da preocupação em relação à contaminação, nosso foco está em dar todo suporte psicológico nesse momento de isolamento também.

Tudo que podíamos fazer para reduzir estresse e ansiedade foi feito: suspendemos nossa avaliação de desempenho e orientamos sobre outras formas de manter o alinhamento assertivo; revisamos metas; montamos planejamentos de curto prazo; intensificamos nossa comunicação diária; criamos Q&As antecipando dúvidas; adaptamos nossos benefícios para as novas condições; disponibilizamos um aplicativo de meditação para os adultos, e contação de histórias da PlayKids para a criançada; além do acompanhamento próximo do Business Partner dando apoio à liderança em toda e qualquer situação, seja ela conhecida ou não. 

Também lançamos duas plataformas internas totalmente focadas em saúde mental e em criar uma rede orgânica de apoio, desenvolvidas por pessoas do Grupo em um desafio interno  chamado Make lives Better da Fundação 1Bi, o VIBE e o Botikinho. 

O VIBE oferece um mapeamento de humor, uma linha do tempo para troca entre as pessoas, grupos de conversas temáticos e uma área de conteúdos sobre saúde mental, tudo 100% anonimizado.

O Botikinho é um bot do WhatsApp, que compartilha dicas e conteúdos sobre saúde mental e bem-estar, ajudando as pessoas a promoverem atividades de autocuidado.

Através de ambas é possível levantar a mão e fazer um pedido de ajuda para momentos mais complicados, o que te conectará, via WhatsApp ,com pessoas do time de Gente e com pessoas voluntárias do Grupo Movile que estão prontas para fazer um processo de acolhimento.

  • Escritório dentro de casa

Fizemos uma grande força tarefa e entendemos quais eram as dificuldades de cada pessoa.

Não enviamos apenas as cadeiras do escritório, como monitores, teclados, apoios de notebook, mouses e até mesmo impressoras, quando necessário!

Focamos em dar todas as ferramentas e fazer as manutenções remotamente, para que nosso Sonho Grande continuasse caminhando. 

  • Empatia e desenvolvimento 

Em 2019, treinamos a liderança do Grupo Movile sobre Trabalho Remoto e foi a hora de colocar em prática! 

Além de um vasto material disponível, suportamos os(as) líderes e seus times com treinamentos sobre ansiedade, resiliência e mais. 

Lançamos playbooks internos, trilhas de conhecimento, além da curadoria de cursos e treinamentos online. 

Tudo isso respeitando o momento de cada um. Sabemos que cada pessoa reage de uma maneira, haverá dias que a produtividade estará alta, outros não, e está tudo bem. Empatia para entender a vulnerabilidade do(a) outro(a) e se mostrar vulnerável também faz parte do processo com o qual estamos aprendendo a lidar e nos desenvolvendo. 

Isso tudo é apenas uma pincelada do que estamos fazendo internamente e alinhando a nossa cultura com trabalho remoto, para enfrentar esse momento juntos. Não vamos dizer que a adaptação está sendo fácil, tudo é uma grande novidade para nós também.

Mas somos movidos(as) por grandes sonhos e desafios e, por isso, temos certeza de que a nossa cultura está passando por um processo de grande fortalecimento e impacto. 

Não estamos sozinhos(as)! #FasterTogether #BetterTogether

Quer saber mais sobre Cultura e trabalho remoto no Grupo Movile? Confira nossos conteúdos: 

Natalia Zeferino

Natalia Zeferino

Formada em Midialogia e pós graduada em Marketing Organizacional, ambos pela UNICAMP, atua na Movile há 7 anos. Hoje, como Gerente de Gente, é responsável pela área de Engajamento composta por Comunicação Interna, Cultura, Design e Diversidade. Suporta esses temas para todas as empresas do ecossistema, elaborando projetos para aumentar o engajamento interno, fortalecer o grupo e impactar a vida das pessoas que trabalham nele.

Deixe um comentário

Categorias

Posts relacionados

Siga-nos

Baixe nosso e-book!

%d blogueiros gostam disto: